Quarta, 28 de Julho de 2021 13:00
(55) 3551-1261
Especiais SEAPDR

Uso de 2,4D é suspenso no Estado até 31 de dezembro

Agrotóxico hormonal é mais utilizado em culturas consideradas sensíveis

04/12/2019 14h39 Atualizada há 2 anos
Por: Diones Roberto Becker Fonte: SECOM-RS
Decisão foi tomada em reunião do Grupo de Trabalho que trata das questões relativas ao uso de 2,4D no Estado (Foto: Emerson Foguinho/SEAPDR)
Decisão foi tomada em reunião do Grupo de Trabalho que trata das questões relativas ao uso de 2,4D no Estado (Foto: Emerson Foguinho/SEAPDR)

Em reunião do Grupo de Trabalho (GT), criado pelo Governo do Estado para tratar das questões e promover ações relativas à utilização do 2,4D, foi decidido nesta terça-feira (03) pela suspensão de uso do agrotóxico, em caráter excepcional, até o próximo dia 31 de dezembro.

A partir do entendimento do GT, a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) editou nova Instrução Normativa (IN) que deverá entrar em vigor depois da publicação no Diário Oficial do Estado. A decisão também atende a recomendação do Ministério Público (MP) e foi tomada após a divulgação dos resultados de novas análises químicas de amostras coletadas em propriedades com suspeita de deriva do 2,4D.

No encontro na sede da SEAPDR, a Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários (DISA) apresentou os resultados dos novos laudos emitidos pelo Laboratório de Análises de Resíduos de Pesticidas (LARP). No total, incluindo os dados revelados na semana passada, foram analisadas 143 amostras, com resultado positivo para 2,4D em 132 casos (92,3%). Todas as amostras foram coletadas depois de denúncias feitas por produtores rurais em canais criados pela SEAPDR para atender exclusivamente casos de suspeita de ocorrência de derivas do 2,4D e outros agrotóxicos hormonais em culturas sensíveis como macieira, videira, oliveira, nogueira-pecã, erva-mate, tomate e hortaliças.

Os laudos positivos abrangem 16 dos 24 municípios contemplados por INs publicadas este ano, que estabeleceram normas como cadastro de aplicadores de agrotóxicos hormonais e venda orientada do produto.

Os municípios com maior número de laudos positivos para 2,4D foram: Jaguari (27), Dom Pedrito (7), Santiago (6), Santana do Livramento (5), São Sepé (4), São Borja (4) e Bagé (4). No total, 103 propriedades rurais foram afetadas pela deriva de 2,4D.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias