Segunda, 26 de Julho de 2021 01:53
(55) 3551-1261
Dólar comercial R$ 5,2 -0.05%
Euro R$ 6,12 -0.05%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.06%
Bitcoin R$ 211.849,37 +17.655%
Bovespa 125.052,78 pontos -0.87%
Geral Prazo

Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina no dia 24 de julho

Requerimento pode ser feito pelo site do Ministério da Cidadania

21/07/2021 11h40 Atualizada há 5 dias
Por: Radar Nacional Fonte: EBC
Pessoas que já tenham ficado inelegíveis para receber o auxílio emergencial antes e já tenham realizado a contestação, não poderão submeter nova contestação (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Pessoas que já tenham ficado inelegíveis para receber o auxílio emergencial antes e já tenham realizado a contestação, não poderão submeter nova contestação (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Termina no sábado (24/7), às 23h59min, o prazo para contestar os pedidos de auxílio emergencial 2021. A data limite se aplica aos trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais e que tiveram a solicitação negada na revisão mensal de julho.

Mensalmente, o Governo Federal analisa os CPFs dos beneficiários para conferir se eles ainda se enquadram nos critérios para receber o auxílio emergencial.

De acordo com as regras do programa, a contestação vai permitir uma nova análise com bases mais atualizadas dos dados da pessoa. O requerimento com o pedido de revisão deve ser feito pelo site do Ministério da Cidadania.

Após a contestação, o pedido será reanalisado pela DATAPREV. A partir daí, é preciso aguardar até que a nova análise da situação do benefício seja concluída. Se a razão que motivou o cancelamento permitir contestação, o trabalhador poderá voltar a receber o benefício.

O Ministério da Cidadania reiterou que caso não ocorra a aprovação por algum motivo de indeferimento definitivo, não será possível apresentar contestação, pois a situação que motivou o indeferimento não vai se alterar.

Pessoas que já tenham ficado inelegíveis para receber o auxílio emergencial antes e já tenham realizado a contestação, não poderão submeter nova contestação. Já os bloqueios feitos a pedido dos órgãos de controle não podem ser contestados ainda, pois estão sob análise do Ministério da Cidadania e da DATAPREV. Esse tipo e bloqueio é feito de forma preventiva.

Notícias no WhatsApp:

Receba as notícias do Site Clic Portela no seu telefone celular? Clique aqui e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias