Segunda, 26 de Julho de 2021 02:12
(55) 3551-1261
Dólar comercial R$ 5,2 -0.05%
Euro R$ 6,12 -0.05%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.06%
Bitcoin R$ 211.996,82 +17.737%
Bovespa 125.052,78 pontos -0.87%
Geral Economia

ANEEL autoriza reajuste nas tarifas de cinco distribuidoras no Rio Grande do Sul

Novos valores começam a ser aplicados a partir do dia 22 de julho

20/07/2021 14h00 Atualizada há 4 dias
Por: Radar Nacional Fonte: EBC
Empresas atendem a mais de 120,8 mil unidades consumidoras no Estado (Foto: Diones Roberto Becker)
Empresas atendem a mais de 120,8 mil unidades consumidoras no Estado (Foto: Diones Roberto Becker)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) autorizou na terça-feira (20/7), o reajuste tarifário de cinco distribuidoras de energia do Rio Grande do Sul. Juntas, as empresas Centrais Elétricas de Carazinho (ELETROCAR), Hidropan Distribuição de Energia, Mux Energia, Nova Palma Energia e Departamento Municipal de Energia de Ijuí (DEMEI) atendem a mais de 120,8 mil unidades consumidoras no Estado. Os novos valores começam a ser aplicados a partir do dia 22 de julho.

A ELETROCAR, que atende 38,4 mil unidades consumidoras em Carazinho, terá o reajuste médio da tarifa em 4,24%. Os 18 mil concessionários da Hidropan terão reajuste médio de 6,45%. A concessionária atende o município de Panambi.

Os consumidores da Mux terão as tarifas reajustadas em média em 8,93%. A concessionária atende 11,9 mil unidades no município de Tapejara. Já para os 16,3 mil consumidores da Nova Palma terão a tarifa reajustada em média em 5,59%. A empresa abrange o município de Faxinal do Soturno.

Já o Departamento Municipal de Energia de Ijuí, que atende 35,3 mil unidades consumidoras, terá 8,24% de efeito médio de reajuste na tarifa.

A ANEEL disse ainda que tomou um conjunto de ações para evitar que o reajuste nas tarifas da ELETROCAR, Hidropan, Mux Energia e Nova Palma fosse maior.

— As empresas ELETROCAR e Hidropan tiveram seus índices tarifários atenuados pela reversão do empréstimo da conta-covid, já a revisão da Mux Energia foi amenizada pelo uso de créditos de PIS/COFINS. No caso da Nova Palma, foram quatro ações de redução que juntas totalizaram impacto do reajuste — destacou a agência.

Notícias no WhatsApp:

Receba as notícias do Site Clic Portela no seu telefone celular? Clique aqui e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias