Sábado, 08 de Maio de 2021 10:30
(55) 3551-1261
Variedades l Esportes Opinião

Duas Entidades Tradicionalistas: O Mesmo Ideal!

Por Ingrid Krabe

17/07/2020 17h45 Atualizada há 10 meses
Por: Jonas Martins Fonte: Jornal Província
Duas Entidades Tradicionalistas: O Mesmo Ideal!

Com o lema: “Sempre Alerta, em Defesa do Pago e das Tradições Gloriosas do Rio Grande do Sul”, nascia em 04 de julho de 1959, o Centro de Tradições Gaúchas Sentinela da Fronteira de Tenente Portela.

Sua primeira sede estava localizada na Avenida Santa Rosa, onde hoje se localiza a Corsan. Era um galpão coberto de capim Santa Fé.

Na década de 1970 foi adquirida a sua sede própria onde se localiza até os dias de hoje, era uma olaria, e, portanto, apenas era necessário efetuar adaptações para que alo se instalasse a sede oficial do CTG Sentinela da Fronteira.

Engajados na causa, os associados trabalhavam nos finais de semana, cada um ajudando de uma forma: alguns com materiais de construção, outros com mão de obra e outros ainda no preparo do almoço para os trabalhadores. E foi assim, de tijolo em tijolo e com o apoio dos membros que a sede foi ampliada e tomou forma. Findada a construção, foi realizado um grande fandango de inauguração, com animação do cantor e compositor Leonardo

Em Julho de 2019,comemorando os 60 anos da Entidade, após  uma obra de recuperação total da sede social, num investimento jamais feito, foi realizado um fandango de reinauguração com o lançamento do livro “Memórias dos 60 Anos do CTG Sentinela da Fronteira” com animação do Grupo Manotaço, o qual foi um sucesso, recebendo muitos elogios e contando com diversas autoridades, associados, comunidade portelense e regional e também de fora do Estado.

Mesmo com algumas adversidades ao longo dos anos, a entidade continua mantendo o foco em seu lema, resgatando as tradições, propondo inovações e mantendo acessa a chama do tradicionalismo no coração das pessoas.

Com o Lema: Tanto a Pé Quanto a Cavalo, de Lança Firme na Mão, em Defesa do Rio Grande e da Nossa Tradição”, em 08 de julho de 2010, um grupo de aproximadamente 20  jovens tradicionalistas, com o objetivo principal era organizar os festejos da Semana Farroupilha em praça pública, nascia o CTG Guardiões da Fronteira.

As primeiras tratativas para a então fundação aconteceu na casa daquele que seria então, após a fundação o primeiro Patrão, Léo Fiorin Junior. Na roda de chimarrão, sentados em cepos que ornamentavam a morada, os primeiros alinhavos foram adquirindo forma, enquanto na churrasqueira, uma picanha chorava na brasa.

Tendo como mentor o Senhor Oraci, colocava para o grupo, qual seria então o real motivo para a criação da Entidade.    Após muitos encontros, foi sugerido por Rubens furini o nome da entidade e o Senhor Oraci o criador do lema da Entidade que se formava.  

Após chegarem a um consenso, foi convocada uma reunião no Centro Cultural para quem estivesse interessados em fazer parte dessa nova Entidade. E nessa reunião, os cem (100) primeiros filiados a nova Entidade seriam os Sócios fundadores.

Nesse mesmo ano, Tiago Sganderla estava Coordenador da 20ª Região Tradicionalista, e uma das exigências do MTG, seria que pelo menos a Entidade que por hora estava nascendo, teria que ter pelo menos vinte (20) membros com Carteira de Tradicionalista, o qual de imediato encaminhou bem como toda a documentação exigida para que  tivesse autorização de pleno funcionamento.

Já no mesmo ano, foi realizado o Primeiro Acampamento Farroupilha na Praça do Imigrante.  Houve muitas críticas a respeito, mas como aqueles guris sonhavam em realizar o Acampamento Farroupilha em praça pública, o mesmo aconteceu, e, no ano seguinte foi grande a procura por espaço para montar como chamavam na época “as casinhas”. E dali em diante, só cresceu, com adesão de muitos sócios, levando o nome de Tenente Portela como um dos melhores Acampamento Farroupilha da região. Muitas conquistas foram adquiridas através destes Dez anos de História, e muitas ainda estão por vir. Mesmo que ainda não está concluída sua sede própria, a entidade mantém seus ideais de fundação, fazendo com que a cada ano aumenta a “Família Guardiões da Fronteira”.

Assim como Sentinela está para vigiar, patrulhar, rondar, Guardião está para proteger, defender, escudar, guardar, amparar. São os objetivos das duas Entidades em defesa de nossa Cultura

São 61 anos de história, Parabéns Sentinela da Fronteira.

São 10 anos de história. Parabéns Guardiões da Fronteira.

Que a cada ano cresça e se desenvolva em cada Entidade, a garra e o legado de nossos antepassados Farrapos, proteger e defender o que temos de mais sagrado: O amor e a fidelidade pelo nosso Tradicionalismo, bandeira levantada pelo “Grupo dos 8”: Paixão Côrtes, Antônio João de Sá Siqueira, Fernando Machado Vieira, João Machado Vieira, Cilço Campos, Ciro Dias da Costa, Orlando Jorge Degrazzia, Cyro Dutra Ferreira.

Fonte: Memórias dos 60 anos CTG Sentinela da Fronteira.

Relato: Tiago Rodrigo Sganderla- CTG Guardiões da Fronteira.

Seguimos...

 

Notícias no WhatsApp:

Receba as notícias do Site Clic Portela no seu telefone celular? Clique aqui e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias