OUÇA 100,7 AO VIVO
Sexta, 05 de março de 2021
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Geral

14/01/2021 ás 18h22 - atualizada em 14/01/2021 ás 18h25

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Executivo do Rio Grande do Sul anuncia concurso público para 3,4 mil vagas
Em entrevista coletiva, governador também anunciou 259 nomeações
Executivo do Rio Grande do Sul anuncia concurso público para 3,4 mil vagas
Do total de vagas, 1,5 mil são para professores (Foto: Diones Roberto Becker)

O Governo do Rio Grande do Sul anunciou, na quinta-feira (14/01), a autorização para realização de novos concursos para 3.429 vagas no serviço público do Estado. Destes, 1,5 mil são para professores e 948 para a Secretaria da Saúde, entre especialistas e técnicos da área. Em entrevista coletiva, o governador Eduardo Leite também divulgou 259 nomeações para as secretarias da Fazenda e do Planejamento, Governança e Gestão.


As reposições imediatas e as autorizações para novos concursos foram autorizadas pelo Grupo de Assessoramento Especial (GAE) e a repercussão financeira será diluída por diversos anos. De acordo com o Governo Estadual, as futuras nomeações dos concursos autorizados serão objeto de deliberações específicas à medida das necessidades e dos reflexos fiscais.


De acordo com o Executivo do RS, o total de vagas corresponde a apenas cerca de 1% dos vínculos totais e a 2,5% dos vínculos ativos atuais, sendo, portanto, um movimento cauteloso considerando a situação das finanças estaduais. Para recompor os quadros de forma permanente, está sendo autorizada a realização de concursos, como na saúde e na educação, que se encontram sem seleções válidas.


— A finalidade do Estado é prestar serviços para melhorar a vida das pessoas. E o Estado faz muito disso, seja na saúde, na educação, na segurança e outras áreas, através dos servidores públicos. Por isso, vamos fazer novos concursos públicos e nomeações para repor quadros em serviços essenciais ao cidadão e em estruturas de apoio — afirmou Eduardo Leite.


Segundo o governador, o planejamento dá sequência ao cronograma de nomeações até 2022 na área da segurança pública anunciado no ano passado e às contratações que estão sendo feitas de forma emergencial neste momento de enfrentamento à Covid-19. — A situação fiscal delicada do Rio Grande do Sul e a crise que enfrentamos neste momento exigem que essas decisões sejam avaliadas com senso de urgência, responsabilidade fiscal e planejamento de longo prazo para que o poder público siga em condições de cumprir sua missão — complementou Eduardo Leite durante a entrevista coletiva.


Notícias no WhatsApp:


Receba as notícias do Site Clic Portela no seu telefone celular? Clique aqui e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

FONTE: Correio do Povo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium