Sexta, 28 de Janeiro de 2022
18°

Poucas nuvens

Tenente Portela - RS

Educação Opinião

Pronome neutro é apenas mais uma variação

Por Jonas Martins

26/11/2021 às 10h20
Por: Jonas Martins Fonte: Jornal Província
Compartilhe:
Pronome neutro é apenas mais uma variação

O pronome neutro é uma variação linguística e não uma norma culta a ser seguida. Qualquer verbete ou modo de linguagem para se tornar uma norma culta ele precisar ser falado e escrito pela maioria, o que não existe hoje. Logo criticar o uso do pronome neutro é tão descabido tquanto usá-lo em qualquer situação.

Se o locutor de uma oração está se referindo de maneira informal a uma pessoa que não se alto-classifica nem no gênero masculino, nem no feminino, não há problema do uso do pronome neutro, no entanto, se a oração em questão não é especifica deve sempre preservar o entendimento da maioria e nesse caso usar  norma culta ou padrão.

Questão de comunicação: para se comunicar precisa de uma mensagem, um emissor, um receptor e um código que ambos entendam. Quando estou sendo específico posso usar e abusar das variações linguística, desde que o receptor da mensagem conheça o código usado pelo emissor.

 É importante que se diga que o uso do pronome se refere ao gênero e não ao sexo. Detalhe: pronomes diretos já são neutros: eu, tu, nós, você! Apesar de fazer parte da família dos pronomes pessoais de caso reto, eles são usados de forma direcionada.

Mais um detalhe: a língua geralmente surge na forma oral e depois se transfere para a forma escrita, logo, o uso de palavras como Alunxs, meninxs, é absurdo, uma vez que sua pronúncia é impraticável, ainda, na língua Portuguesa.

Os gêneros gramaticais são macho e fêmea e isso está diretamente ligada a história da língua, sua antropologia e morfologia. Pode mudar algum dia e termos como “todes” passarem a fazer parte de nosso vocabulário? Pode, mas esse é um processo natural.

Apesar de respeitar a variação linguística dentro da língua portuguesa e permitir que ela se desenvolva, é importante que a gramática seja preservada, pois a língua é a garantia da preservação de um povo. Se a língua se perde o povo se perde.

Qualquer alteração na língua que não ocorra de forma natural está fadada ao fracasso. A imposição do pronome ou do gênero neutro, fora do conceito de variação linguística é inviável na linguagem atual. O gênero e o pronome neutro, ocupam, no campo da gramática, o mesmo lugar da gíria, ou seja, são variações linguísticas restritas a certos grupos e situações.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Jonas Martins
Jonas Martins
Sobre Apresentador da Rádio Província FM, sub-editor do Jornal Província e escritor, neste espaço você poderá acompanhar crônicas e opiniões de Jonas Martins
Tenente Portela - RS Atualizado às 08h51 - Fonte: ClimaTempo
18°
Poucas nuvens

Mín. 15° Máx. 30°

Sáb 31°C 15°C
Dom 32°C 17°C
Seg 33°C 17°C
Ter 34°C 19°C
Qua 33°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias