Sábado, 17 de Abril de 2021 05:58
(55) 3551-1261
Economia Recorde

Sicredi supera a marca de R$ 100 bilhões em crédito para associados

Em relação ao valor verificado em fevereiro de 2020, houve aumento de 32,8%

05/04/2021 18h06
Por: Diones Roberto Becker Fonte: Sicredi
Carteira de crédito é o principal instrumento do Sicredi para auxiliar seus mais de cinco milhões de associados (Foto: Diones Roberto Becker)
Carteira de crédito é o principal instrumento do Sicredi para auxiliar seus mais de cinco milhões de associados (Foto: Diones Roberto Becker)

A carteira de crédito do Sicredi, principal instrumento da instituição para auxiliar seus mais de cinco milhões de associados e levar desenvolvimento para as regiões onde está presente, superou a marca de R$ 100 bilhões. O dado representa um crescimento de 32,8% na comparação com o valor verificado em fevereiro de 2020, acima inclusive das estimativas de alta na carteira de crédito do mercado que, segundo a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), devem crescer 7,3% neste ano.

Do montante concedido pela instituição, R$ 46,9 bilhões foram para associados Pessoa Física (PF) do agronegócio, sendo 31% do valor destinado à agricultura familiar; R$ 35,2 bilhões para associados Pessoa Jurídica (PJ), sendo cerca de 63% destinado a micro, pequenas e médias empresas; e R$ 17,9 bilhões para associados Pessoa Física (PF) Urbana, sendo 43% dos associados com renda até R$ 4 mil.

No fechamento de 2020 - em comparação ao ano de 2019 -, o Sicredi apresentou um crescimento da carteira de PF de 26%. Para PJ, esse crescimento foi ainda maior, representando 54% de aumento.

Uma parte do crescimento da carteira de PJ em 2020 pode ser explicado pela atuação do Sicredi no cenário de pandemia. Nas concessões de crédito via linhas emergenciais de apoio ao segmento PJ, BNDES Pequenas Empresas, o Sicredi totalizou, em 2020, R$ 860 milhões concedidos em 5.230 operações. Pelo Programa Emergencial de Suporte a Empregos (PESE), a instituição concedeu R$ 171 milhões em 6.798 operações. Já via PRONAMPE, linha que apresentou uma grande demanda em função das condições muito favoráveis aos micro e pequenos empreendedores para capital de giro, o Sicredi liberou um volume de R$ 2 bilhões em 41.047 operações. Por fim, no PEAC FGI (Programa Emergencial de Acesso ao Crédito), foram concedidos R$ 2,7 bilhões em 11.244 operações realizadas.

— Como instituição financeira cooperativa, nosso maior objetivo é atender as necessidades dos associados. O crédito é um instrumento importante para esse propósito e a manutenção dos volumes expressivos de concessão, especialmente no atual cenário de tantos desafios sanitários e econômicos, tem sido fundamental para as atividades das empresas, do segmento agro e das pessoas, nos seus mais variados desafios. A marca de R$ 100 bilhões reforça o papel da instituição, ajuda a oxigenar a economia e a desenvolver as regiões onde atuamos — explica Gustavo Freitas, diretor executivo de Crédito do Sicredi.

O crescimento da carteira de crédito do Sicredi não é de agora, e expressa a confiança dos associados nas cooperativas que integram o sistema, com sustentabilidade, solidez e segurança. O empenho e compromisso da instituição em melhorar a vida dos associados e das comunidades vai muito além do crédito, com orientações e ofertas seguras nos diversos produtos e serviços, que seguem um ritmo equivalente de expansão.

Notícias no WhatsApp:

Receba as notícias do Site Clic Portela no seu telefone celular! Clique aqui e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias