Quarta, 24 de Julho de 2024
11°C 22°C
Tenente Portela, RS
Publicidade

Pacheco homenageia Hospital da Baleia e professor Jair Leonardo Lopes

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, registrou nesta quarta-feira (10), em Plenário, os 80 anos do Hospital da Baleia, em Belo Horizonte (MG). ...

10/07/2024 às 20h36
Por: Radar Nacional Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
 - Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
- Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, registrou nesta quarta-feira (10), em Plenário, os 80 anos do Hospital da Baleia, em Belo Horizonte (MG). A instituição, mantida pela Fundação Benjamin Guimarães, atende pacientes de todo o estado, em várias especialidades da medicina.

— Em 4 de julho de 1944 o industrial mineiro Benjamin Ferreira Guimarães, seu filho Antônio Mourão Guimarães e o médico Baeta Vianna fundaram a instituição, que se tornaria um símbolo de cuidado e esperança em Belo Horizonte. O Hospital da Baleia faz parte do imaginário afetivo dos moradores [da reigão], por se tratar de uma instituição que conquistou a admiração e o carinho da população mineira — declarou Pacheco.

De acordo com o presidente do Senado, o hospital se destacou ao longo das últimas décadas por proporcionar assistência médica de qualidade, humanizada e acessível a todos, independentemente de condição social ou financeira do paciente, mesmo diante de cenários desafiadores. Para Pacheco, os avanços tecnológicos e a expansão de serviços do hospital refletem um compromisso contínuo com a saúde e o bem-estar da comunidade.

Professor Jair Leonardo Lopes

O senador também agradeceu à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) pela cerimônia de inauguração do busto comemorativo do centenário do professor Jair Leonardo Lopes, na Faculdade de Direito dessa instituição. Pacheco fez uma retrospectiva da carreira do professor, que morreu em 2016 aos 92 anos.

Pacheco ressaltou que Jair Leonardo Lopes era um profissional dedicado e comprometido, além de exímio advogado criminalista. O senador destacou as seis décadas dedicadas pelo professor à prática do Direito Penal. Entre as realizações do homenageado, ele citou a participação na comissão revisora do anteprojeto do Código Penal de 1984. Além disso, o professor integrou o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, o Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, o Instituto de Ciências Penais, o Instituto Brasileiro de Ciências Criminais e a Academia Mineira de Letras acadêmicas.

— Que a memória de Jair Leonardo Lopes permaneça em nossos corações como exemplo de vida e de profissionalismo. Parabenizo a Universidade Federal de Minas Gerais, notadamente a Faculdade de Direito, por inaugurar o busto dessa grande figura de grande memória.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias