OUÇA 100,7 AO VIVO
Sábado, 31 de outubro de 2020
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Especiais

18/09/2020 ás 16h01 - atualizada em 18/09/2020 ás 16h03

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Ministério da Saúde notifica 924.238 casos prováveis de dengue em 2020
Taxa de incidência é de 439,8 diagnósticos por 100 mil habitantes
Ministério da Saúde notifica 924.238 casos prováveis de dengue em 2020
Aplicação de ‘fumacê’ é uma das estratégias utilizadas para eliminação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue (Foto: Diones Roberto Becker)

A crise sanitária causada pela pandemia voltou a atenção da população para os cuidados preventivos contra o Covid-19. Outra conhecida doença, no entanto, vem apresentando números altos em 2020. Entre 29 de dezembro do ano passado e agosto de 2020, o Ministério da Saúde registrou 924.238 casos prováveis de dengue em todo o país, com taxa de incidência de 439,8 diagnósticos por 100 mil habitantes.


Entre as regiões do Brasil, o Centro Oeste apresentou a maior taxa com 1.159 diagnósticos por 100 mil habitantes, seguida das regiões Sul (929,2 casos/100 mil habitantes); Sudeste (339,1 casos/100 mil habitantes); Nordeste (240,7 casos/100 mil habitantes) e Norte (106,7 casos/100 mil habitantes).


— No período anterior de avaliação, verificamos nos nossos trabalhos que 80% dos criadouros que foram encontrados eram removíveis. São aqueles locais em que, muitas vezes, as pessoas têm pratos, garrafas, tampas, vasos, que possam acumular água. São recipientes que podem ser eliminados do ambiente. Uma vez que conseguimos fazer a eliminação desses materiais, é um criadouro a menos para o mosquito — destaca a chefe da Divisão de Doenças Transmitidas por Vetores do Ministério da Saúde, Emanuelle Pouzato.


A profissional também ressalta que o mosquito Aedes Aegypti tem se adaptado a diferentes ambientes para poder sobreviver. — Muitas vezes foram encontradas larvas do mosquito em locais onde não se encontrava, como fossas que não estavam bem vedadas. É importante, neste momento, que a população esteja engajada na eliminação dos criadouros que são passíveis de eliminação — completa Emanuelle Pouzato. 


Notícias no WhatsApp:


Receba as notícias do Site Clic Portela no seu telefone celular? Clique aqui e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

FONTE: Brasil 61

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium