OUÇA 100,7 AO VIVO
Quinta, 06 de agosto de 2020
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Especiais

07/07/2020 ás 15h30

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Seis regiões ficam com bandeira vermelha no mapa do distanciamento controlado
Região de Palmeira das Missões prossegue com classificação de risco alto
Seis regiões ficam com bandeira vermelha no mapa do distanciamento controlado
Vigência das novas bandeiras começou à 0h da terça-feira (07/07) e se encerra às 23h59min da segunda-feira (13/07) (Arte: Divulgação/SECOM-RS)

A análise dos 37 recursos apresentados por municípios e associações preliminarmente classificados com bandeira vermelha levou à decisão de passar para bandeira laranja as regiões de Passo Fundo, Caxias do Sul, Erechim e Taquara na 9ª rodada do distanciamento controlado. As regiões de Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo, Capão da Canoa, Palmeira das Missões e Pelotas, estão na bandeira vermelha.


O mapa definitivo, com seis regiões classificadas em vermelho (risco alto) e as outras 14 em laranja (risco médio), foi divulgado pelo governador Eduardo Leite após reunião do Gabinete de Crise na segunda-feira (06/07). A vigência das novas bandeiras começou à 0h da terça-feira (07/07) e se encerra às 23h59min da segunda-feira (13/07).


Segundo Eduardo Leite, a decisão de reconsiderar as quatro bandeiras levou em conta, principalmente, o aumento na capacidade hospitalar na comparação com o índice de contágio da população. Explicou que existe certa dose de ‘subjetividade’ e de confiança nessas regiões, sem deixar o alerta aceso para os próximos dias.


– É claro que a decisão recai numa ponderação, que usa os dados, mas que tem alguma dose de subjetividade, que é natural e desejável que se tenha. Afinal, há argumentos para que se feche tudo (estabelecimentos) com sua dose de razão, e de outro lado, que também têm razão, há aqueles que querem que se abra o máximo possível. Nós queremos estabelecer a melhor conciliação, preservando vidas, reduzindo taxa de contágio e mantendo os casos dentro da capacidade de atendimento, punindo o menos possível a economia, a renda e os empregos dos gaúchos – destacou o governador em transmissão ao vivo pelas redes sociais.


Com a atualização, 52,9% da população gaúcha (5,9 milhões de habitantes) estão sob as restrições mais rígidas impostas pela bandeira vermelha. Dos 155 municípios classificados com nível alto, 87 podem adotar protocolos previstos na bandeira laranja por meio de regulamento próprio. Isso porque se adequam à chamada ‘Regra 0-0’, não tiveram registro de hospitalização e óbito por Covid-19 de morador nos 14 dias anteriores ao levantamento. A condição é que mantenham os registros oficiais atualizados.


Durante a transmissão, Eduardo Leite voltou a afirmar que o Estado passa pelo momento mais crítico, desde domingo (05/07) está na 28ª semana epidemiológica, quando historicamente a rede de saúde gaúcha registra aumento de demanda por doenças respiratórias e outras agravadas pelo frio e pode haver sobrecarga com os casos de Covid-19.


Notícias no WhatsApp:


Receba as notícias do Site Clic Portela no seu telefone celular? Clique aqui e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

FONTE: SECOM-RS

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium