OUÇA 100,7 AO VIVO
Quinta, 24 de setembro de 2020
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Especiais

29/06/2020 ás 15h57 - atualizada em 29/06/2020 ás 16h03

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Pandemia derruba renda e dificulta a procura por emprego no Rio Grande do Sul
Em maio, o Estado tinha 450 mil pessoas que gostariam de trabalhar
Pandemia derruba renda e dificulta a procura por emprego no Rio Grande do Sul
Para o IBGE, os profissionais ocupados são aqueles que exercem atividades com ou sem carteira assinada (Foto: Diones Roberto Becker)

Encontrar emprego virou tarefa ainda mais árdua durante a crise do coronavírus (Covid-19). Em maio, o Rio Grande do Sul tinha 450 mil pessoas que gostariam de trabalhar, mas não conseguiram procurar vagas em razão da pandemia ou da escassez de oportunidades. Para piorar, a renda de quem seguiu empregado, em média, também sofreu grande impacto, indica o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


No mês passado, a soma dos salários dos trabalhadores ocupados atingiu R$ 10,49 bilhões no Estado. Esse indicador é chamado de massa de rendimento médio real efetivamente recebido. Em relação ao que os profissionais somariam habitualmente (R$ 12,74 bilhões), a queda chegou a 17,7%, estima o IBGE. É como se R$ 2,25 bilhões deixassem de ir para o bolso de quem continua atuando.


Os dados integram a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Covid-19), que tenta dimensionar os efeitos do coronavírus no mercado de trabalho e na área da saúde. Para o IBGE, os profissionais ocupados são aqueles que exercem atividades com ou sem carteira assinada. Já os desocupados estão sem atuar, mas seguem em busca de oportunidades. E isso não foi possível para as 450 mil pessoas prejudicadas pela pandemia ou pela falta de vagas.


– Elas podem não ter buscado trabalho por medo de se expor ao vírus, por ver que empresas estavam fechadas ou outros motivos – explica Luís Eduardo Puchalski, gerente substituto de pesquisa do IBGE. 


Notícias no WhatsApp:


Receba as notícias do Site Clic Portela no seu telefone celular? Clique aqui e faça parte do nosso grupo de WhatsApp.

FONTE: Gaúcha ZH

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium