OUÇA 100,7 AO VIVO
domingo, 29 de março de 2020
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Cidades

26/03/2020 ás 19h43

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Hospital de Palmitinho terá unidade de internação em cuidados prolongados
Leitos irão reforçar a assistência hospitalar do SUS no Rio Grande do Sul
Hospital de Palmitinho terá unidade de internação em cuidados prolongados
Hospital Santa Terezinha de Palmitinho (Foto: Reprodução/Facebook)

O Governo do Estado assinou, na quinta-feira (26/03), a habilitação de 95 leitos de cuidados prolongados em cinco hospitais nos municípios de Marcelino Ramos, Palmitinho, Alecrim, Ajuricaba e São João do Polêsine. Os leitos irão reforçar a assistência hospitalar do Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio Grande do Sul e integram o esforço estadual no combate ao novo coronavírus.


Com os novos leitos de cuidado prolongado, reduz-se a ocupação de leitos de urgência e de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), deixando-os disponíveis para pacientes com Covid-19 que evoluam com maior gravidade. A assinatura do contrato com as instituições foi realizada no Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), em Porto Alegre.


Os leitos de cuidados prolongados abrangem pacientes com gravidade intermediária entre a assistência de quadros agudos e aqueles que podem ser tratados na Atenção Primária (postos de saúde ou Estratégia de Saúde da Família). O objetivo do atendimento prolongado é a recuperação e a reabilitação das pessoas com perdas transitórias ou permanentes de autonomia e que não necessitem de cuidados hospitalares em estágio agudo.


A habilitação dessas unidades também ajuda a diminuir as internações recorrentes do agravamento do quadro clínico de usuários em regime de atenção domiciliar e a aumentar a rotatividade de leitos de retaguarda clínica.


Por cada leito, o Ministério da Saúde repassará R$ 6 mil por mês aos hospitais, que já estavam habilitados pelo Governo Federal e, agora, estão habilitados também pelo Governo do Estado.


Veja quais hospitais prestarão esse serviço, quantos leitos terão e o valor anual que será repassado para custear a estrutura:


- Associação Hospitalar Marcelinense (Marcelino Ramos): 20 leitos - R$ 1,4 milhão/ano;


- Hospital Santa Terezinha (Palmitinho): 15 leitos - R$ 1 milhão/ano;


- Sociedade Hospitalar de Caridade de Alecrim (Alecrim): 20 leitos - R$ 1,7 milhão/ano;


- Associação Hospitalar Beneficente Ajuricaba (Ajuricaba): 25 leitos - R$ 1,4 milhão/ano;


- Hospital de Caridade São Roque (São João do Polêsine): 15 leitos - R$ 1 milhão/ano;

FONTE: SECOM-RS

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium