OUÇA 100,7 AO VIVO
Quinta, 20 de fevereiro de 2020
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Geral

12/02/2020 ás 15h08 - atualizada em 15/02/2020 ás 11h36

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Mais de três milhões de crianças e jovens devem se vacinar contra o sarampo
Campanha foi lançada pelo Ministério da Saúde na última segunda-feira (10)
Mais de três milhões de crianças e jovens devem se vacinar contra o sarampo
Crianças e jovens na faixa etária de cinco a dezenove anos devem se vacinar até o próximo dia 13 de março (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Nesta etapa, a convocação será para mais de três milhões de crianças e jovens na faixa etária de cinco a dezenove anos, que devem se vacinar até o próximo dia 13 de março. Com o conceito ‘Mais proteção para a sua família’, a campanha visa sensibilizar pais e responsáveis sobre os riscos de não vacinar seus filhos, reforçando que o sarampo é uma doença grave e que pode matar.


– É importante que as pessoas entendam as consequências de não se vacinar contra o sarampo, que é um vírus de alta transmissibilidade, podendo uma pessoa com a doença contaminar mais 18 indivíduos, e letalidade, principalmente em crianças. Por isso, os responsáveis devem ficar atentos e levar suas crianças para vacinar. Também, nesse momento, os gestores estaduais e municipais de saúde devem unir forças para deixar o Brasil novamente livre da circulação do sarampo – destacou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.


Para viabilizar a ação em todo o país, o Ministério da Saúde já encaminhou neste ano 3,9 milhões de doses da vacina tríplice viral, 9% a mais que o solicitado pelos estados. O quantitativo é destinado à vacinação de rotina, às ações de interrupção da transmissão do vírus e à dose extra chamada de ‘dose zero’ para todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias.


O objetivo da campanha, que faz parte das ações do Movimento Vacina Brasil, do Ministério da Saúde, é ampliar a cobertura vacinal de crianças e jovens, em faixas etárias que ainda não haviam sido convocadas e nem imunizadas, evitando o risco de propagação do sarampo no país.

FONTE: Ministério da Saúde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium