OUÇA 100,7 AO VIVO
Quinta, 20 de fevereiro de 2020
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Geral

18/01/2020 ás 17h09 - atualizada em 18/01/2020 ás 17h11

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Mesmo sem chuvas regulares, desenvolvimento da soja ainda é considerado satisfatório
Técnicos da Emater-Ascar já temem grandes perdas na produtividade da oleaginosa
Mesmo sem chuvas regulares, desenvolvimento da soja ainda é considerado satisfatório
A falta de umidade e as altas temperaturas registradas nas últimas duas semanas prejudicaram o desenvolvimento da cultura (Foto: Diones Roberto Becker)

O último Informativo Conjuntural da Emater-Ascar revela que em vários municípios da Região Noroeste do Estado, as condições físicas do solo, em termos de retenção de água, têm estabelecido diferentes condições de desenvolvimento das lavouras com soja.


Segundo a instituição, em diversas áreas que se encontram na fase de desenvolvimento vegetativo, é registrado o murchamento das folhas. Nas lavouras mais adiantadas, tem ocorrido o abortamento de flores nas primeiras camadas. Em solos mais rasos, o déficit hídrico tem ocasionado à morte das plantas.


Os técnicos da Emater-Ascar, no entanto, ressaltam que o desenvolvimento das lavouras de soja ainda é considerado satisfatório, ante a falta de umidade e as altas temperaturas ocorridas nas últimas duas semanas. A permanência destas condições climáticas pode resultar em perdas de produtividade. A irregularidade de chuvas indicará os percentuais de perdas.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium