OUÇA 100,7 AO VIVO
Sábado, 19 de setembro de 2020
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Cidades

21/10/2019 ás 18h32 - atualizada em 28/10/2019 ás 17h03

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Vereadores lamentam a falta de acessibilidade à sede do Poder Legislativo de Coronel Bicaco
Proposição que trata sobre o assunto foi aprovada na sessão ordinária desta segunda-feira (21)
Vereadores lamentam a falta de acessibilidade à sede do Poder Legislativo de Coronel Bicaco
Câmara de Vereadores funciona no terceiro andar do prédio da Prefeitura Municipal de Coronel Bicaco (Foto: Diones Roberto Becker)

Na sessão ordinária desta segunda-feira (21), foi aprovada por unanimidade a Proposição nº 042/2019 do vereador Tito Lívio Najar Porto (MDB). O texto solicita que sejam tomadas providências no sentido de adequar a sede do Legislativo de Coronel Bicaco à Lei de Acessibilidade.


Durante a apreciação da matéria, o proponente disse que o objetivo é viabilizar que idosos e pessoas com mobilidade reduzida possam assistir as sessões semanais do Poder Legislativo. – Exigimos que outros locais cumpram as leis. Também temos que dar o exemplo – afirmou o político do MDB.


O edil sugeriu a instalação de um elevador, pois o prédio não comporta rampas de acessibilidade. – A Câmara de Vereadores funciona no terceiro andar. Um elevador seria a solução perfeita. Mais cedo ou mais tarde, as exigências de acessibilidade precisarão ser cumpridas – ponderou Tito Lívio Najar Porto. Ele acrescentou que o estacionamento e os banheiros do Legislativo não atendem as leis vigentes relacionadas à acessibilidade.


O representante do MDB ainda se lembrou das negociações anteriores para que a Câmara de Vereadores se transferisse para o imóvel que abriga atualmente a Secretaria Municipal de Educação.


Em sua manifestação, o vereador Itamar Sartori (PP) lamentou a falta de acessibilidade ao espaço do Poder Legislativo. – As adaptações necessárias são uma briga antiga – reiterou o edil.


O progressista frisou que a atual presidência da Casa se preocupou com outras questões, especialmente quanto à transparência. – Seja quem for o próximo presidente, deverá levar adiante o projeto de transferir a sede do Legislativo para o prédio onde funciona a Secretaria Municipal de Educação. Os custos com as reformas seriam baixos e as exigências de acessibilidade acabariam sendo cumpridas mais facilmente – ressaltou Itamar Sartori.


Já o vereador Egmar de Lima Ávila (PR) revelou que recentemente conversou com edis de Ijuí. – Lá, houve uma determinação judicial para a execução das obras de acessibilidade. Em breve, Santo Augusto vai inaugurar um novo prédio do Legislativo já atendendo as regras de acessibilidade – destacou o politico do PR.

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium