OUÇA 100,7 AO VIVO
Sábado, 18 de janeiro de 2020
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Cidades

16/10/2019 ás 18h57 - atualizada em 16/10/2019 ás 19h00

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Associados definem o futuro do Hospital de Coronel Bicaco
Casa de saúde está sob Intervenção Administrativa desde março de 2018
Associados definem o futuro do Hospital de Coronel Bicaco
Assembleia Geral Extraordinária ocorreu na noite desta terça-feira (15), na sede social do CTG Tropeiros do Campo Santo (Foto: Diones Roberto Becker)

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada na noite desta terça-feira (15), na sede social do CTG Tropeiros do Campo Santo, a maioria dos associados presentes aprovou a mudança estatutária, com a alteração da definição jurídica do Hospital Santo Antônio de Pádua.


Autoridades municipais e religiosas, além de empresários, representantes de entidades e populares, acompanharam a reunião que iniciou com a prestação de contas da Comissão Intervencionista que está à frente da casa de saúde de Coronel Bicaco desde março do ano passado. O Decreto que rege a Intervenção Administrativa termina no próximo domingo (20).


Prestação de contas:


Delmar Albuquerque, presidente da Comissão Intervencionista, comandou a prestação de contas referente ao período entre março de 2018 e setembro de 2019. – Encerramos nosso trabalho de cabeça erguida, mas a participação da comunidade foi fundamental para a sobrevivência do nosso hospital – afirmou o dirigente no começo da apresentação dos números.


Segundo ele, nestes praticamente 19 meses de Intervenção Administrativa, um dos objetivos principais foi atender as exigências da Vigilância Sanitária, tanto em obras estruturais como na aquisição de equipamentos. – Trocamos o reboco das paredes, fizemos um novo passeio público na parte frontal do hospital, melhoramos a fiação elétrica. Mas, destaco a substituição completa do telhado do prédio. Quando assumimos, tinha leitos desativados por causa das infiltrações nas paredes e na fiação elétrica – contou Delmar Albuquerque.


O presidente da Comissão Intervencionista também enfatizou a aquisição de novos mobiliários para os leitos e de equipamentos para a cozinha, lavanderia e alas da casa de saúde, além da instalação de aparelhos mais modernos de ar condicionado.  Um levantamento executado em março do ano passado mostrou que o Hospital Santo Antônio de Pádua tinha aproximadamente R$ 7 mil em patrimônio. Com as inúmeras aquisições recentes, atualmente, o valor patrimonial supera R$ 1,2 milhão.


O dirigente ainda falou da conquista do Alvará Sanitário e da Filantropia. – A renovação destes benefícios depende do cumprimento das exigências e da contratualização com o Sistema Único de Saúde (SUS), que estabelece metas quantitativas e qualitativas – salientou Delmar Albuquerque, acrescentando que o contrato da instituição de Coronel Bicaco com o SUS gira entorno de R$ 21 mil por mês.


– Em setembro deste ano tivemos mais de 70 internações de pacientes. Diante disto, já iniciamos as tratativas para aumentar o valor do contrato com o SUS. Poderá subir até 40% em relação ao montante que é repassado mensalmente hoje – vislumbra o presidente da Comissão Intervencionista.


De acordo com os números apresentados, no período da Intervenção Administrativa, as receitas somaram R$ 2.449.904,76 e as despesas chegaram a R$ 2.446.634,06. – Não vamos deixar nenhuma conta atrasada, seja de luz, água, salários ou encargos. Quando assumimos, tinha duas folhas de pagamento atrasadas – revelou o dirigente.


Ao final da prestação de contas, Delmar Albuquerque voltou a mencionar a importância dos repasses financeiros da Administração Municipal, os eventos beneficentes em prol do hospital e as doações oriundas dos moradores. – Foram contribuições essenciais para a manutenção do nosso hospital – finalizou o presidente da Comissão Intervencionista.


Prefeito afirma que não deixará fechar o hospital:


Convidado a se manifestar na Assembleia Geral Extraordinária, o prefeito Jurandir da Silva agradeceu e elogiou o trabalho da Comissão Intervencionista que, segundo ele, elevou o patamar do Hospital Santo Antônio de Pádua. O mandatário destacou também a postura colaborativa da Câmara de Vereadores, que aprovou de forma unânime os vários projetos que autorizaram os repasses financeiros para a instituição.


– A Comissão Intervencionista teve total autonomia. Não houve influência da Administração Municipal ou de partidos políticos. A comunidade colaborou imensamente, mas precisamos definir o futuro do nosso hospital – reiterou Jurandir da Silva.


O chefe do Poder Executivo foi categórico ao afirmar que não deixará fechar o Hospital Santo Antônio de Pádua. – Se todos ficarem em ‘banho maria’, nós da Administração Municipal não vamos nos omitir. Vamos achar uma forma de manter o hospital funcionando. Os funcionários irão continuar com seus empregos e os cidadãos continuarão recebendo atendimento – frisou o mandatário.


Conforme o prefeito, no período da Intervenção Administrativa, a municipalidade destinou mais de R$ 3 milhões para a casa de saúde. O montante foi utilizado no pagamento dos salários de trabalhadores e de plantões, além de auxiliar na aquisição de equipamentos.


Novo estatuto:


Na sequência, o tabelião Alberi Fagundes fez a leitura da proposta do novo estatuto para o Hospital Santo Antônio de Pádua. O texto lido foi adequado para a modalidade de Organização Social.


Após a leitura, Delmar Albuquerque contou sobre a viagem que os integrantes da Comissão Intervencionista fizeram até a cidade de Feliz, na Região do Vale do Caí. – O hospital de lá é gerenciado neste modelo [Organização Social] e se tornou referência. Toda a comunidade de Feliz abraçou o hospital e realiza doações frequentes, seja de dinheiro ou alimentos – ressaltou o presidente da Comissão Intervencionista.


Para o dirigente, o modelo de Organização Social é o ideal para o Hospital Santo Antônio de Pádua. – Mesmo com a mudança estatutária, a instituição não perderá a filantropia. Além disso, permitirá que o município destine recursos do orçamento anual para o hospital – concluiu Delmar Albuquerque.

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium