OUÇA 100,7 AO VIVO
Segunda, 19 de agosto de 2019
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Geral

04/08/2019 ás 22h00 - atualizada em 04/08/2019 ás 22h02

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Ministério da Economia avalia novas medidas para reduzir o preço do gás de cozinha
Medidas visam melhorar a competitividade do preço aos consumidores residenciais
Ministério da Economia avalia novas medidas para reduzir o preço do gás de cozinha
Promessa é reduzir o preço do gás em até 40% (Foto: Diones Roberto Becker)

Com a promessa de derrubar o preço do gás natural em até 40%, a nova política para o setor precisará de medidas adicionais para que a redução chegue à cozinha do brasileiro. Um estudo divulgado nesta semana, pelo Ministério da Economia, lista três medidas para melhorar a competitividade do preço aos consumidores residenciais.


Produzido pela Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria (SECAP), do Ministério da Economia, o documento defende o fim da política que concentrou o mercado de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) nos botijões de até 13 quilos. A medida pode ser implementada ainda neste mês de agosto.


O documento também pede que o Conselho Nacional de Política Econômica (CNPE) recomende à Agência Nacional do Petróleo (ANP) um posicionamento sobre duas medidas anunciadas pelo governo: a liberação da venda fracionada de gás de cozinha e o enchimento de um mesmo botijão por diferentes marcas.

FONTE: Agência Brasil

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium