OUÇA 100,7 AO VIVO
Quarta, 21 de agosto de 2019
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Geral

02/07/2019 ás 19h11

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Energia elétrica está mais cara a partir desta segunda-feira (1º)
Serão cobrados R$ 1,50 para cada 100 quilowatts consumidos por hora
Energia elétrica está mais cara a partir desta segunda-feira (1º)
Sistema de bandeiras tarifárias serve para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica (Foto: Diones Roberto Becker)

Começou a vigorar nesta segunda-feira (1º), a bandeira amarela como referência nas contas de luz no país. Isso significa o acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts consumidos por hora.


O adicional retorna as tarifas após a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) ter definido a bandeira verde no mês de junho, situação em que não é cobrado acréscimo nas contas. Em um comunicado lançado na última sexta-feira (28), a autoridade reguladora atribui à bandeira amarela ao fato de julho ser um mês típico da seca nas principais bacias hidrográficas brasileiras.


– A previsão hidrológica para o mês sinaliza vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios. Esse cenário requer o aumento da geração termelétrica, o que influenciou o aumento do preço da energia e dos custos relacionados ao risco hidrológico em patamares condizentes com o da bandeira amarela – afirmou a ANEEL no comunicado.


O sistema de bandeiras tarifárias foi criado, de acordo com a agência, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias tem três cores, a verde, a amarela e a vermelha (nos patamares 1 e 2), que indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium