OUÇA 100,7 AO VIVO
Quarta, 18 de setembro de 2019
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Cidades

18/05/2019 ás 18h54 - atualizada em 18/05/2019 ás 19h00

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Mais de dez mil pessoas já foram vacinadas contra gripe nos municípios da microrregião
Campanha de Vacinação contra a Influenza prossegue até o dia 31 de maio
Mais de dez mil pessoas já foram vacinadas contra gripe nos municípios da microrregião
Público-alvo nos sete municípios da microrregião é de 22.179 pessoas (Foto: Erasmo Salomão/Ministério da Saúde)

Faltando menos de duas semanas para o término da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, nenhum município da microrregião se aproximou da meta de 95% estipulada pelo ministério da Saúde. A imunização para os grupos prioritários segue até o dia 31 deste mês.


Somados, Barra do Guarita, Coronel Bicaco, Derrubadas, Miraguaí, Redentora, Tenente Portela e Vista Gaúcha, têm 22.179 moradores incluídos no público-alvo da campanha. Conforme levantamento da secretaria estadual da Saúde (SES/RS), até o último dia 08, 10.845 pessoas já tinham recebido a vacina.


Considerando os dados da SES/RS, verifica-se que Vista Gaúcha, com 68,0%, lidera a imunização contra a gripe na microrregião. A vacinação está mais atrasada em Redentora, que alcança 38,9% dos grupos prioritários.


A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza iniciou em 10 de abril e prossegue até o dia 31 deste mês. Aproximadamente, 3,8 milhões de gaúchos devem tomar a vacina que protege contra os três tipos da gripe mais frequentes (A-H1N1, A-H3N2 e B). Até o último dia 08 de maio, 2,3 milhões de moradores do Rio Grande do Sul já tinham sido imunizados.


Dois óbitos por gripe:


A SES/RS confirmou os dois primeiros casos de óbito por gripe no Rio Grande do Sul. As vítimas da doença, de 71 e 79 anos, eram residentes em São Gabriel e Barra do Ribeiro, respectivamente. De acordo com o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), os diagnósticos apontaram para os tipos de vírus influenza A-H1N1 e A-H3N2.


Os dois idosos tinham ainda fatores de risco. O morador de São Gabriel era diabético, enquanto a residente em Barra do Ribeiro sofria de uma imunodeficiência crônica.


Para a titular da SES/RS, Arita Bergmann, essas mortes reforçam a importância da vacinação para os grupos considerados prioritários. – Os óbitos alertam para a necessidade de as pessoas se vacinarem, principalmente as crianças, que tiveram uma das menores coberturas até agora – ressaltou a secretária.

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium