OUÇA 100,7 AO VIVO
Quarta, 18 de setembro de 2019
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Cidades

17/05/2019 ás 10h56 - atualizada em 17/05/2019 ás 11h03

Jonas Martins

Tenente Portela / RS

Reabilitação do HSA é referência para o estado
Comemorando 5 anos, o Centro é o único do estado credenciado para trabalhar com três especializações.
Reabilitação do HSA é referência para o estado

O Centro Especializado em Reabilitação do Hospital Santo Antônio de Tenente Portela completou cinco anos de atividades nesta última semana.


Um ato ocorrido na quarta-feira, 15, na sede da entidade com a presença de autoridades locais e regionais, equipe de atendimento do setor, direção do HSA e pacientes marcou a passagem da data e a ativa participação dessa unidade que ao longo desses últimos cinco anos tem transformado vidas e ajudado muitas pessoas em seus processos de recuperações.


Basta dizer que o CER de Tenente Portela é o único do estado do Rio Grande do Sul credenciado para atendimento em três especialidades - Física, Visual e Auditiva. - sendo que os demais centros do estado todos estão limitados a duas especialidades, como é o caso de Passo Fundo e Giruá.


Segundo Flaiane Trojahn Gressler, coordenadora do CER de Tenente Portela, hoje são cerca de 20 profissionais que trabalham direta e especificamente no Centro, sendo 16 expertos de nível superior, formados por peritos fisioterapeutas, psicólogos, médicos, fonoaudiólogos, nutricionistas e outros.


Sendo uma referência para duas coordenadorias regionais de saúde, 15ª e 19ª, os profissionais realizam cerca de 1200 atendimentos mensais, divididos em 10 salas/consultórios. Os atendimentos são com pessoas de todas as faixas etárias e que enfrentam os mais diferentes tipos de moléstias, como lesões graves, lesões espinhais, vítimas de Acidente Vascular Cerebral, perda de visão, amputações e muitas outras.


Flaiane comenta que esses atendimentos variam de acordo com a necessidade dos pacientes, obtendo resultados de acordo com as possibilidades de cada um. Ela explica que qualquer melhora é comorada pela equipe, que vai desde uma maior autonomia a um paciente, até a recuperação da funcionalidade completa, que possa devolver a um paciente a capacidade de caminhar ou dos movimentos das mãos, por exemplo.


Ela cita que hoje o CER é financiado através de recursos federais, mas que na maioria das vezes ocorrem atrasos por parte do governo federal que acaba por dificultar o gerenciamento do setor, mas que os atendimentos ainda não foram afetados por esses atrasos.


A coordenadora ainda comenta sobre a defasagem da tabela do SUS que tem sido um eco dentro do serviço de saúde do país que tem dificultado a gestão de praticamente todas as casas de saúde que atendem majoritariamente pelo Sistema Único de Saúde.


Estimativas mostram que a diferença entre o que é pago pelo SUS e o que o procedimento custa de fato, causa um deficit superior a R$20 bilhões às Santas Casas e hospitais filantrópicos de todo o país. Esse tipo de instituição corresponde a 70% dos atendimentos em todo o Brasil.


Hoje há um movimento por parte desse tipo de instituição pedindo que o governo reveja os valores, mas ainda não há nenhuma sinalização nesta direção.


A aplicação de novas tecnologias e investimentos de maiores vultos, que seriam muito bem aproveitados no atendimento no Centro Especializado de Reabilitação, também ficam comprometidos em virtude da falta de verbas.


O ambiente do Centro é montado para atender todas as necessidades dos pacientes proporcionando a eles um atendimento que seja capaz de suprir as suas necessidades. Recentemente a entidade remodelou o jardim, que fica no centro do prédio, de arquitetura arredondada, deixando o ambiente ainda mais aconchegante.


A habilitação/reabilitação da pessoa com deficiência compreende um conjunto de medidas, ações e serviços orientados a desenvolver ou ampliar a capacidade funcional e desempenho dos indivíduos, tendo como objetivo desenvolver potencialidades, talentos, habilidades e aptidões físicas, cognitivas, sensoriais, psicossociais, atitudinais, profissionais e artísticas que contribuam para a conquista da autonomia e participação social em igualdade de condições e oportunidades com as demais pessoas. A habilitação/reabilitação prevê uma abordagem interdisciplinar e o envolvimento direto de profissionais, cuidadores e familiares nos processos de cuidado.


O Centro Especializado em Reabilitação (CER) é um ponto de atenção ambulatorial especializado em reabilitação, que realiza diagnóstico, tratamento, concessão, adaptação e manutenção de tecnologia assistiva, constituindo-se em referência para a rede de atenção à saúde da pessoa com deficiência no território. É organizado a partir da combinação de no mínimo duas modalidades de reabilitação. (Fisíca, Visual, Auditiva e Intelectual).


O CER pode ser organizado das seguintes formas:


CER II - composto por dois serviços de reabilitação habilitados;


CER III - composto por três serviços de reabilitação habilitados. (Classificação de Tenente Portela.


CER IV- composto por quatro serviços de reabilitação habilitados. 

FONTE: Jornal Província

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium