OUÇA 100,7 AO VIVO
Segunda, 22 de julho de 2019
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Cidades

16/05/2019 ás 18h41 - atualizada em 25/05/2019 ás 18h28

Jonas Martins

Tenente Portela / RS

Administração de Redentora promoverá palestras nas escolas sobre violência contra crianças
As palestras irão ocorrer no final desse mês
Administração de Redentora promoverá palestras  nas escolas sobre violência contra crianças

A Administração Municipal de Redentora promoverá palestras em escolas sobre o combate e a exploração sexual de crianças e adolescentes. A assistente social Yeda Godoi estará palestrando para os estudantes nos turnos da manhã e tarde na Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Belmont Albert no dia 29 de maio, na Escola Estadual de Ensino Médio Américo dos Santos no dia 30, e na Escola Municipal de Ensino Fundamental Assis Brasil, no dia 31.


18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Em âmbito nacional, o Ministério dos Direitos Humanos (MDH) é o órgão responsável pela coordenação das ações de combate a essas violações. Em Redentora, a Campanha Faça Bonito, da qual participam órgãos públicos e escolas, programou diversas ações referentes à data, como palestras, exibição de filmes e atividades lúdicas. No dia 15 de maio, os conselheiros tutelares e a equipe do PIM/Criança Feliz participaram da II Semana de Reflexão Sobre os Impactos da Violência na Vida Humana, em Santo Augusto.


“A população tem um papel fundamental na defesa dos direitos de crianças e adolescentes. Quanto mais falarmos e nos informarmos sobre o tema da campanha teremos condições de denunciar e proteger nossas crianças e adolescentes da violência”, afirma a primeira dama de Redentora, Eliane Amaral Costa.


“Caso Araceli” chocou o País:


 A maior parte dos casos de violência sexual contra crianças ocorre na primeira infância, o que chama a atenção para a importância de prevenir e combater esse crime. Entre janeiro de junho de 2018, o Ministério dos Direitos Humanos registrou 8,5 mil casos de violência sexual contra crianças e adolescentes em todo o País por meio do Disque 100. No ano de 2017, foram mais de 20 mil ocorrências.


O dia 18 de maio foi escolhido pois em 1973 um crime bárbaro chocou o País e ficou conhecido como o “Caso Araceli” - uma criança de oito anos que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e assassinada por jovens de classe média alta da cidade de Vitória (ES). Apesar de sua natureza hedionda, até hoje o crime está impune.


O objetivo é mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a população a participar na defesa dos direitos de crianças e adolescentes.


FONTE: Jornal Província

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium