OUÇA 100,7 AO VIVO
Quarta, 22 de maio de 2019
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Cidades

07/05/2019 ás 13h39 - atualizada em 07/05/2019 ás 13h47

Diones Roberto Becker

Tenente Portela / RS

Empreiteira realiza operação tapa-buracos na ERS 330
Obras ocorrem no trecho entre Tenente Portela, Miraguaí e Redentora
Empreiteira realiza operação tapa-buracos na ERS 330
Superintendente adjunto do DAER afirma que a intenção é concluir os trabalhos ainda nesta semana (Foto: Diones Roberto Becker)

A falta de manutenção frequente, aliada a deterioração do asfalto e os efeitos provocados pelo clima e pela passagem dos veículos, torna a ERS 330 entre Tenente Portela, Miraguaí e Redentora, cada vez mais suscetível ao surgimento de buracos na pista.


Nos últimos dias, o Sistema Província de Comunicação recebeu inúmeras ligações e mensagens enviadas por motoristas reclamando das péssimas condições de trafegabilidade no trecho entre Tenente Portela, Miraguaí e Redentora. Eles destacavam a quantidade e o tamanho dos buracos, além de eventuais danos ocasionados em seus veículos.


Na sexta-feira passada (03), o site Clic Portela manteve contato com Luís Carlos Soares, superintendente adjunto do DAER de Palmeira das Missões. Por telefone, ele disse que a empresa contratada já iniciou a manutenção do trajeto ligando os três municípios.


– O trabalho demora mais porque a massa asfáltica é buscada na cidade de Constantina. Mas nosso objetivo é finalizar a operação tapa-buracos entre Tenente Portela, Miraguaí e Redentora, durante essa semana, desde que haja condições climáticas adequadas – destacou Luís Carlos Soares.


Também na última sexta-feira, a reportagem do site Clic Portela verificou que a manutenção da ERS 330 já está concluída no trajeto entre a cidade de Redentora e as proximidades do setor indígena da Estiva.


Contagem de veículos:


Em dezembro do ano passado, a reportagem do site Clic Portela flagrou equipamentos do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) instalados temporariamente em diferentes pontos das rodovias 330 e 317, no percurso entre Tenente Portela e Coronel Bicaco.


Conforme Luís Carlos Soares, os aparelhos servem para coletar informações sobre quais tipos de veículos trafegam nas vias. – Esses dados ficarão armazenados e, possivelmente, farão parte de estudos para definir o tipo de material que será utilizado na recuperação de cada estrada – revelou o superintendente adjunto.

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium