OUÇA 100,7 AO VIVO
Quarta, 22 de maio de 2019
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Especiais

27/04/2019 ás 16h00 - atualizada em 27/04/2019 ás 16h07

Jonas Martins

Tenente Portela / RS

Promotor chama atenção para necessidade de controle de agrotóxicos
Assunto foi tema do programa Tribuna Popular
Promotor chama atenção para necessidade de controle de agrotóxicos
Promotor Nilton Kasctin dos Santos (Foto: Jonas Martins)

Nilton Kasctin dos Santos, promotor de justiça e ambientalista participou do programa Tribuna Popular para falar sobre a notícia de que agrotóxicos foram encontradas na água. Dr° Nilton que é colunista do jornal Província tem sempre apresentado voz pedindo um maior controle ao uso de agrotóxicos.


“Realmente a situação é de sentarmos e não só refletirmos, mas também começarmos agir de forma positiva em relação a essa tragédia anunciada.” Ele cita Antoine-Laurent Lavoisier, que diz “na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.”


Ele cita que o próprio agrotóxico se transforma e o fim desses produtos é sempre a água e onde tiver umidade vai ter agrotóxico. “Em nossa região onde há um alto consumo de agrotóxico, essa problemática precisa ser analisada ainda, pois é uma realidade.” Ele ainda cita mais uma questão. “Não há tecnologia para retirar o agrotóxico da água. A culpa não é da Corsan, mas eu critico quem diz que não há problema de consumir essa água. Ele cita que os parâmetros da quantidade de produto que pode ser aceito na água leva em conta um homem de 60 quilos, mas as pessoas não tem todas 60 anos e ele cita ainda que 80% das mulheres do Brasil tem menos de 60 quilos. “Se eu fosse mulher estaria protestando pelas ruas.”


O promotor também fala a respeito dos testes, que segundo ele estão ultrapassado, que foi inventado em 1927, e que eles levam em casa para intoxicação aguda apenas, e que não há testes para intoxicação aguda. “Não há testes para os efeitos genéticos, para o câncer, por exemplo, é apenas para infecção aguda.”


Ele cita que hoje o Hospital de Ijuí, o CACON, atende 30 mil pessoas com câncer e cita que o crescimento do caso de câncer é correlacionado com o crescimento do uso de agrotóxicos.


Ele fez outra afirmação forte, dizendo que a microcefalia, que hoje é creditado ao mosquito da dengue, mas que uma pesquisa dos Estados Unidos, de 2013, provou que essa doença vem do uso do Glifosato.  


“Nós aceitamos muito mais o agrotóxico de que qualquer outro país do mundo. Na Europa a agrotóxicos em que a liberação é 5 mil vezes menor do que o nosso, então eu pergunto, será que somos diferentes? Biologicamente não? Então precisamos refletir sobre isso?” 

FONTE: Rádio Província

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Tribuna Popular

Tribuna Popular

Blog/coluna Programa Tribuna Popular, apresentado pelo Jornalista Jalmo Fornari há 30 anos é uma referência em rádio jornalismo na metade norte do Rio Grande do Sul. O programa é transmitido pela emissora nos sábados das 12:40hs às 14:00hs. O Jornal Província também tradicionalmente traz uma página com o nome de Tribuna Popular com assuntos da semana. Neste espaço você acompanha um resumo das principais entrevistas do programa.
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium