OUÇA 100,7 AO VIVO
Segunda, 22 de julho de 2019
55 3551 1200 I Jornal - 55 3551 1121 I CNPJ: 03.043.551/0001-20
Cidades

08/03/2019 ás 10h51 - atualizada em 09/03/2019 ás 11h54

Jonas Martins

Tenente Portela / RS

Cãibras Musculares
Esses espasmos musculares repentinos que causam dor severa estão ligados principalmente ao sedentarismo, desidratação e má alimentação
Cãibras Musculares
Foto: Divulgação

Se você costuma sentir cãibras nos músculos das pernas, deve saber em primeiro lugar que esta é uma condição muito comum em mulheres acima de 50 anos e para a paz de espírito, não está ligado a qualquer doença perigosa. Esses espasmos musculares repentinos que causam dor severa estão ligados principalmente ao sedentarismo, desidratação e má alimentação. Existem muitas causas, mas o importante é que todas são tratáveis.


Os principais distúrbios alimentares estão ligados a maus hábitos que impedem o indivíduo de manter uma dieta saudável. Ou seja, o que você come vai desempenhar um papel fundamental, pois se o corpo não recebe o suficiente de potássio (hipocalemia) ou falta de cálcio no sangue (hipocalcemia) contrações musculares noturnas serão mais frequentes.


Além disso, dois outros fatores que influenciam negativamente: desidratação e obesidade. Que está ligado ao desempenho de exercício físico regular ou ambos de uma ingestão de medicamentos, tais como diuréticos, bebidas alcoólicas, que têm um efeito semelhante sobre o corpo. A obesidade, por sua vez, gera uma situação semelhante para forçar os músculos da perna para suportar o peso extra e vai causar mais desgaste, levando ao aparecimento de cãibras.


Isso não é tudo, ter um estilo de vida sedentário é também um problema. Se você passar longos períodos de pé ou sentado em um chão duro, sem mover as pernas, é mais propenso a cãibras durante a noite. Isso ocorre porque a circulação do sangue não é correta para a musculatura. Nesta situação, um espasmo nas pernas resulta em cãibras.


A solução para esta condição depende unicamente do compromisso de cuidar do seu corpo.


Manter-se bem hidratado durante todo o dia com água mineral, água de coco e suco de frutas, beber muitos líquidos antes, durante e após o exercício, principalmente, repor sódio durante os intervalos de exercícios pesados com transpiração abundante. Utilizar uma bebida esportiva. Assegurar uma recuperação adequada com descanso, boa hidratação e boa alimentação (incluir comidas salgadas nesse período). Evitar o uso de alimentos e/ou medicamentos diuréticos, para minimizar a perda de água corporal. Assim, o equilíbrio da ingestão de alimentos ricos em cálcio e potássio com uma hidratação à base de água, predispõem o seu corpo para uma melhor noite de sono. Se o problema persistir, recomenda-se que você execute exercícios de alongamento alguns minutos antes de deitar.


 

FONTE: Jornal Província

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Coluna do Zaca

Coluna do Zaca

Blog/coluna Informações sobre atividades físicas e a melhor maneira de levar uma vida saudável
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium