OUÇA 100,7 AO VIVO
Quarta, 20 de fevereiro de 2019
55 9 9137-5869
Polícia l Trânsito

23/01/2019 ás 14h12 - atualizada em 24/01/2019 ás 22h06

Eduardo Sarvadori

Tenente Portela / RS

Réu por homicídio, marido de contadora demonstra surpresa com corpo localizado
Paulo Ivan Landfeldt é acusado de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, mas nega envolvimento com o crime
Réu por homicídio, marido de contadora demonstra surpresa com corpo localizado
Foto: Galileu Guerra / Especial

Ao saber da localização de uma ossada nesta segunda-feira (21), que pode ser de Sandra Mara Lovis Trentin, desaparecida há quase um ano, o marido dela, Paulo Ivan Landfeldt, acusado de ter encomendado a morte, demonstrou surpresa. Junto com os advogados, João Taborda e Breno Francisco Ferigollo, em um escritório no centro de Palmeira das Missões, na Região Noroeste, o réu concedeu entrevista a GaúchaZH durante a tarde. 


O vereador, acusado de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, permaneceu quatro meses preso, mas agora responde ao processo em liberdade. 


— Se for verdade, e se realmente for ela, espero que investiguem e cheguem a quem fez isso. Eu ao menos teria certeza — afirmou o vereador, que nega envolvimento com o crime. 


Para os advogados, caso a perícia confirme que a ossada seja de Sandra, isso pode ser benéfico para a defesa de Landfeldt. Um dos argumentos dos advogados é de que o local onde estava o corpo não condiz com o depoimento dado por Ismael Bonetto, também réu no processo. Em fevereiro do ano passado, ele chegou a confessar à polícia que tinha matado a contadora com um tiro a mando do vereador e escondido o corpo. O cadáver, no entanto, não havia sido localizado. 


Bonetto, que continua preso, acabou mudando de versão uma semana depois e negou o envolvimento do marido no caso. Ele afirmou que apenas tentou extorquir o político e que não teve relação com o sumiço da contadora.


— Isso faz cair por terra inclusive a primeira versão do Ismael, que depois ele desmentiu. Ele dizia que o corpo estaria em Vicente Dutra. E agora encontram em Condor, é um lado completamente diferente. Esperamos que agora eles investiguem e achem os verdadeiros autores, ao invés de só acusarem o Paulo — afirmou Ferigollo. 


O defensor Antônio Korsach Filho, responsável pela defesa de Bonetto, afirmou que nesta terça-feira ingressará com novo pedido para soltura do réu. 


— Assim que fui informado, fui ao presídio conversar com ele. Ele ficou mais tranquilo, espera que agora esclareçam. Entendemos como muito suspeita a localização desse corpo, neste momento. Até hoje não tinham encontrado. Acreditamos que alguém pode ter inclusive modificado o local desse cadáver O Ismael (Bonetto) não poderia ter feito isso porque está preso. E não tem relação com ninguém aqui fora. Isso só corrobora com o que sempre dissemos, que ele não teve relação com o desaparecimento da Sandra. 


Segundo o delegado regional Carlos Beuter, o filho de Sandra, Romulo Trentin, reconheceu as roupas encontradas junto ao corpo como sendo da mãe. Também foram encontrados cartões bancários e de plano de saúde em nome da contadora.


Caso seja confirmado que o corpo é mesmo de Sandra, isso pode impactar no andamento do processo. O caso está em fase de pronúncia, no qual aguarda posicionamento do juiz definindo se Bonetto e Landfeldt devem ou não ser encaminhados para júri. No entanto, como acusação e defesa se basearam no fato de que não havia corpo encontrado, a instrução pode ser reaberta ou receber complementos.

FONTE: Zero Hora

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium