OUÇA 100,7 AO VIVO
Segunda, 19 de novembro de 2018
55 9 9137-5869
Especiais

01/11/2018 ás 10h29

Jonas Martins

Tenente Portela / RS

Márcio Pressi: O homem que através do dom transforma madeira em sonhos
Trabalho é realizado por morador do Bairro Isabel em Tenente Portela
Márcio Pressi: O homem que através do dom transforma madeira em sonhos
Foto: Raiana Silva

Sonhar e acreditar talvez sejam palavras chaves para obtermos êxito em muitos momentos de nossa trajetória. Desde pequeno, Márcio Pressi leva essa filosofia consigo, e aliando ao seu dom, remodela pedaços de madeira para dar formas a brinquedos, móveis e até conquistar a casa própria. Com brilhos nos olhos e uma atmosfera cheia de felicidade, ele nos recebeu na quarta-feira (30) em sua moradia, situada no bairro Isabel onde reside com sua família para contar um pouco mais sobre a sua história de vida. 


Márcio é um dos poucos dentro da família Pressi que herdou o dom do avô em realizar trabalhos em madeira – “Não cheguei a ter tanto convívio com ele [avô] mas conforme o desejo de criar brinquedos como carinho de rolimã e caminhão foi aumentando percebi que estava em mim o dom de fazer o objeto que imaginava”. A imaginação é o papel e a tinta para a criação das obras que realiza. Guardados no quarto do filho mais velho, Márcio mostrou com tamanho carinho e cuidado o acervo de brinquedos feitos para com suas mãos para o filho mais velho, David de 8 anos. 


Durante a infância viveu intensamente a alegria da idade com os amigos, primos e os brinquedos de sua autoria. Ele contou que a primeira e única exposição de seus trabalhos foi ainda enquanto estudava no 1º ano do ensino médio na Escola Estadual Tenente Portela. Depois confeccionou alguns objetos, mas somente após o nascimento do primeiro filho que a nostalgia cativou-o a retornar mais assiduamente a atividade e David mostra reconhecer, bem como, achar um máximo ver aquele objetivo todo cheio de detalhes ser feito pelo pai. 


A esposa, Ana Claúdia Pressi de 28 anos admira a maestria de seu companheiro, e comentou que é um orgulho para Márcio poder proporcionar momentos similares a sua juventude aos filhos, e que quando os amiguinhos, encantados com os brinquedos, questionam quem os fez, David estufa o peito e diz o nome de seu herói – Foi o meu pai! – conta ela, emocionada. Transformar sonhos em realidade é característica do nato marceneiro que finalizou a construção de sua residência na Rua Coroados.  


O capricho ao trabalhar com madeira mostra o carinho e amor pelo que faz. Os brinquedos doados realizaram o desejo de 12 crianças incluídas na campanha “Natal da Criança Carente” promovida pela Rádio Província a certo tempo. Na época outros 5 brinquedos foram doados a crianças do bairro Isabel de maneira gratuita pelo artesão. Os caminhões, carretas agrícolas, escavadeiras se destacaram ao chegar a equipe da rádio por terem vindo através de maneira voluntária, mas também pelo excelente acabamento e pequenos detalhes. 


Os materiais usados são escolhidos para dar resistência e um toque diferente no produto. Restos de madeira, pedaços de ferro e verniz são os três elementos chaves da confecção que dura de um a sete dias, dependo do brinquedo. Após passar 15 anos em Santa Catarina, agora a família Pressi nos finais de tarde a aproveita o novo lar e se encanta com a doçura da pequena Lara andando dentro dos caminhões, carretas. O artesão gosta de desafios buscando sempre fazer mais detalhes nas obras. 


Márcio pretende fazer utensílios de cozinha para a filha de 2 anos brincar e também diz aceitar encomendas tanto de móveis e/ou brinquedos, principalmente para Natal. O ditado “Em casa de ferreiro, o espeto é de madeira” não tem vez. Dentro de casa, Márcio tem diversos móveis rústicos como sapateira, armários, e até o berço da pequena Lara passou pela mente do pai antes de ser real. Um dia acredita que poderá expor suas artes em alguma feira, como já fora convidado pela organização da Expotempo, mas por contratempos não pode mostrar seus trabalhos e os resultados do hobby que tanto traz realização para sua vida.


O avô que fazia móveis, altares para igrejas passou o dom ao neto que hoje fabrica tudo o que imagina. Márcio tem um sonho que ainda pretende realizar – “Queria poder um dia passar esses conhecimentos para crianças, como oficinas de artesanato, onde elas pudessem fazer o próprio brinquedo e ver que não há limites quando se deseja”. Ele é a prova que querer é poder, é ultrapassar limites e ser feliz. 


 

FONTE: Jornal Província

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium